Download Fazer o download do ultimo texto

Luminosidade – Cada Planta no seu lugar!

A luminosidade é um dos aspectos mais importantes na hora de escolhermos uma planta para um determinado local. Cada espécie tem um tipo de exigência diferente com relação à luz, desde um mínimo necessário até iluminação intensa. Podemos classificar as plantas quanto à necessidade de luz desta maneira:

Iluminosidade - Cada planta no seu lugar

  • Sol pleno: precisam de, no mínimo, 4 horas de sol direto todos os dias.
  • Meia Sombra: precisam de iluminação abundante, mas evitando o sol direto entre 10h e 16h.
  • Sombra: não toleram luz solar direta, mas, como qualquer planta, precisam de luz para completarem o processo da fotossíntese. De maneira geral, um mínimo de 2h de luz indireta.

Em alguns casos, plantas com uma necessidade específica se adaptam bem em outros ambientes, mas geralmente apresentam prejuízos em determinados aspectos, como a velocidade de desenvolvimento, por exemplo.

Para descobrirmos, então, onde cada espécie pode ser cultivada, devemos observar as regiões de sombra provocadas pelas construções, morros, massas vegetais e etc nas diferentes horas do dia. Só que o sol descreve diferentes trajetórias ao longo das estações do ano e estas dependem da latitude. Dicas práticas:

  • Olhando para o Norte, do lado direito temos o Leste. É na região leste que o sol nasce. Portanto, é a porção leste que é iluminada na parte da manhã. Anote o que provoca sombras durante a manhã.
  • No lado esquerdo, temos o Oeste. É na região oeste que o sol se põe. É esta porção que pega sol no período da tarde. Perceba as sombras no período da tarde.
  • Nas latitudes próximas do Trópico de Capricórnio, o sol, no solstício de verão (22.12), fica praticamente a pino ao meio-dia. Já durante o inverno, o sol passa mais deitado pelo Norte, projetando sombras na face ao sul, que não toma sol direto. Amanhece mais tarde e anoitece mais cedo. (Veja fgura).
  • Você pode procurar por diagramas solares da sua cidade, para saber com exatidão a trajetória do sol e a quantidade de horas de sol nas diferentes épocas do ano. Como estes não são de interpretação tão simples, a melhor dica é a observação.
  • Agora é só classificar cada local de acordo com a luminosidade que você observou.

Nas próximas artigos, veremos um pouco mais sobre as plantas de sol, meia sombra e sombra, além dos sintomas da falta ou do excesso de luz.

Obrigado para: Carolina Nunes

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *